Segmento de sistemas eletrônicos de segurança prevê faturar R$ 5,6 bilhões em 2015!

escrevendoO segmento de sistemas eletrônicos de segurança tem a expectativa de faturar R$ 5,6 bilhões neste ano. Esse valor significa um aumento de 10% em relação a 2014, quando faturou R$ 5,1 bilhões, registrando um crescimento de 9% sobre 2013.

Para a presidente da ABESE (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança), Selma Migliori, essa expectativa é gerada, principalmente, pelos investimentos que a gestão pública vem fazendo em tecnologia, aplicada a atividades de monitoramento urbano. “Os sistemas eletrônicos de segurança são instrumentos provedoras de informações e essenciais no trabalho de caráter preventivo”, explica a presente da ABESE.

O segmento tem registrado uma média anual de crescimento de 10% nos últimos cinco anos. Esse resultado é atribuído também, explica Selma Migliori, “aos esforços que o segmento tem feito para a sua organização, profissionalização, normatização, regulamentação e divulgação ao consumidor final sobre a importância de suas atividades à segurança das pessoas, do seu patrimônio e da economia do país”.

No Brasil, existem, atualmente, mais de 22 mil empresas que atuam no segmento de sistemas eletrônicos de segurança, entre revendedoras, instaladoras, monitoradoras, integradoras, distribuidoras e fabricantes. Essas empresas geram 220 mil empregos diretos e 2 milhões indiretos.

Os sistemas de segurança eletrônica englobam sistemas de alarmes, circuitos fechados de TV, controle de acesso, portas e portões automáticos, proteção perimetral, equipamentos de combate a incêndio, detecção de metais e explosivos, portas giratórias e eclusas, dispositivos de identificação por biometria, rastreamento de veículos e seres vivos, entre outros.

Sobre a ABESE – Fundada em 1995, a ABESE (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança) é uma entidade empresarial de âmbito nacional, que tem como missão fortalecer, capacitar e regulamentar o mercado de sistemas eletrônicos de segurança.São Paulo, 19 de fevereiro de 2015 – O segmento de sistemas eletrônicos de segurança tem a expectativa de faturar R$ 5,6 bilhões neste ano. Esse valor significa um aumento de 10% em relação a 2014, quando faturou R$ 5,1 bilhões, registrando um crescimento de 9% sobre 2013.

Para a presidente da ABESE (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança), Selma Migliori, essa expectativa é gerada, principalmente, pelos investimentos que a gestão pública vem fazendo em tecnologia, aplicada a atividades de monitoramento urbano. “Os sistemas eletrônicos de segurança são instrumentos provedoras de informações e essenciais no trabalho de caráter preventivo”, explica a presente da ABESE.

O segmento tem registrado uma média anual de crescimento de 10% nos últimos cinco anos. Esse resultado é atribuído também, explica Selma Migliori, “aos esforços que o segmento tem feito para a sua organização, profissionalização, normatização, regulamentação e divulgação ao consumidor final sobre a importância de suas atividades à segurança das pessoas, do seu patrimônio e da economia do país”.

No Brasil, existem, atualmente, mais de 22 mil empresas que atuam no segmento de sistemas eletrônicos de segurança, entre revendedoras, instaladoras, monitoradoras, integradoras, distribuidoras e fabricantes. Essas empresas geram 220 mil empregos diretos e 2 milhões indiretos.

Os sistemas de segurança eletrônica englobam sistemas de alarmes, circuitos fechados de TV, controle de acesso, portas e portões automáticos, proteção perimetral, equipamentos de combate a incêndio, detecção de metais e explosivos, portas giratórias e eclusas, dispositivos de identificação por biometria, rastreamento de veículos e seres vivos, entre outros.

Sobre a ABESE – Fundada em 1995, a ABESE (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança) é uma entidade empresarial de âmbito nacional, que tem como missão fortalecer, capacitar e regulamentar o mercado de sistemas eletrônicos de segurança.São Paulo, 19 de fevereiro de 2015 – O segmento de sistemas eletrônicos de segurança tem a expectativa de faturar R$ 5,6 bilhões neste ano. Esse valor significa um aumento de 10% em relação a 2014, quando faturou R$ 5,1 bilhões, registrando um crescimento de 9% sobre 2013.

Para a presidente da ABESE (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança), Selma Migliori, essa expectativa é gerada, principalmente, pelos investimentos que a gestão pública vem fazendo em tecnologia, aplicada a atividades de monitoramento urbano. “Os sistemas eletrônicos de segurança são instrumentos provedoras de informações e essenciais no trabalho de caráter preventivo”, explica a presente da ABESE.

O segmento tem registrado uma média anual de crescimento de 10% nos últimos cinco anos. Esse resultado é atribuído também, explica Selma Migliori, “aos esforços que o segmento tem feito para a sua organização, profissionalização, normatização, regulamentação e divulgação ao consumidor final sobre a importância de suas atividades à segurança das pessoas, do seu patrimônio e da economia do país”.

No Brasil, existem, atualmente, mais de 22 mil empresas que atuam no segmento de sistemas eletrônicos de segurança, entre revendedoras, instaladoras, monitoradoras, integradoras, distribuidoras e fabricantes. Essas empresas geram 220 mil empregos diretos e 2 milhões indiretos.

Os sistemas de segurança eletrônica englobam sistemas de alarmes, circuitos fechados de TV, controle de acesso, portas e portões automáticos, proteção perimetral, equipamentos de combate a incêndio, detecção de metais e explosivos, portas giratórias e eclusas, dispositivos de identificação por biometria, rastreamento de veículos e seres vivos, entre outros.




VEJA MAIS SOBRE Economia


Aprenda a fazer a Declaração do Imposto de Renda 2017!

Desde o dia 2 de março, a Receita Federal está recebendo a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2017. A estimativa é que sejam enviadas 28,3 milhões de declarações até o prazo final, 28 de abril. A Agência Brasil preparou um passo a passo a fim de esclarecer as dúvidas sobre como preencher […]

Leia mais

10 estratégias de risco no planejamento da aposentadoria!

Planos não são garantia para um futuro financeiramente confortável. Em nossa cultura, o trabalhador se apoia na aposentadoria do INSS para chegar tranquilamente à terceira idade. E o erro começa aí, ao imaginar o conforto financeiro garantido pela previdência do governo. Mesmo aqueles que conhecem a realidade das contas do Estado procuram meios pouco eficientes […]

Leia mais

Dólar: Especialista recomenda compra imediata da moeda americana!

O momento é ideal para quem deseja ou precisa comprar dólar. As medidas por parte do presidente Michel Temer ao aprovar reformas da previdência e trabalhista valorizaram o real e têm mantido a moeda americana nos menores patamares desde junho de 2015. Ainda que o câmbio possa cair mais, o fundador da startup Bidollar (www.bidollar.com) […]

Leia mais

6 dicas para economizar na sua próxima viagem!

Uma das principais razões que impedem as pessoas de viajarem com frequência é a falta de dinheiro. Mas existem diversas táticas que podem auxiliar na redução de gastos para conseguir realizar aquela viagem tão esperada. Planejar, pesquisar e organizar tudo com calma garante que o viajante tenha momentos únicos, e ainda prova que não é […]

Leia mais

Novos conceitos de luxo e alto padrão inspiram investidores na Flórida!

A consultoria imobiliária Elite International Realty fez uma seleção ultraluxuosa com incríveis destinos que são sonhos de consumo, inclusive gastronômicos, e ideais para quem quer apenas descansar ou procurar na Flórida uma nova morada com vistas deslumbrantes e sofisticação. O Four Seasons Hotel, com previsão de inauguração para março deste ano, é uma propriedade localizada […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *