Reajustes altos dos planos de saúde estão entre as principais reclamações no Idec!

“Hoje em dia, da forma como a saúde pública está, é indispensável que, tanto as pessoas físicas quanto as empresas, contratem um plano de saúde" .

“Hoje em dia, da forma como a saúde pública está, é indispensável que, tanto as pessoas físicas quanto as empresas, contratem um plano de saúde” .

Cerca de 50 milhões de brasileiros usam o serviço de saúde privado, através das operadoras de planos de saúde e odontológicos. O crescimento pela procura deste tipo de serviço acontece em decorrência dos problemas da rede pública de saúde, que apresenta dificuldade na gestão estratégica, ou melhor, na falta dela.

“No Brasil, a assistência médica pública é deficitária, pois não há hospitais, médicos e estrutura para atender toda a população, que não encontra um serviço digno e qualificado”, explica a presidente da Consultoria de Gestão de Saúde Victory, Vera Bejatto. Com a dificuldade em agendar consultas, receber tratamento e realizar exames na rede pública, os brasileiros buscaram contratar planos de saúde. “Hoje em dia, da forma como a saúde pública está, é indispensável que, tanto as pessoas físicas quanto as empresas, contratem o serviço”.
Apesar dos milhões de brasileiros preferirem planos de saúde, milhares de usuários registraram reclamações referente a assistência à saúde ao Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor no ano passado. Para Vera Bejatto, que está no mercado de saúde há mais de 30 anos, os feedbacks negativos são na maior parte das vezes pautados graças a falta de conhecimento do contrato e das coberturas que foram contratadas.
O que mais incomoda os contratantes e gera inúmeras reclamações são os reajustes. Estes estão ligados com a quantidade de consumo que o cliente faz do plano e do custo médico hospitalar. “A Variação de Custo Médico Hospitalar (VCMH) é quase quatro vezes mais elevada do que o IGPM (registro da inflação de preços, desde a matéria-prima até os serviços finais). Isto, portanto, eleva substancialmente os custos da assistência médica privada”, diz Bejatto.
A Variação de Custo Médico Hospitalar expressa a variação do custo médico hospitalar per capita das operadoras de planos de saúde. Por exemplo, em um grupo de dez pessoas, duas agendam uma consulta, cada uma custa 100 reais. Ao dividir o valor per capita, o resultado é de 20 reais. Este é o VCMH.
De acordo com a Presidente da Victory, o que mais eleva o custo médico hospitalar (CMH) são as internações e materiais especiais (OPME), que costumam levar quase 50% do custo assistencial global. A outra metade dos está ligada com as consultas eletivas e em pronto-socorro, exames básicos e especiais, procedimentos ambulatoriais, as despesas administrativas/operacionais e os impostos.



VEJA MAIS SOBRE Notícias


Amamentação protege a mulher contra o câncer de mama!

Muitas das escolhas associadas à vida da mulher moderna, como a maternidade tardia, a opção por não ter filhos ou a redução no período de amamentação dos bebês, podem favorecer o desenvolvimento do câncer de mama, de acordo com a literatura médica. Mas a maioria da população paulistana ainda desconhece essa realidade. É o que […]

Leia mais

iPhone 7 vermelho chega no Brasil. Saiba o preço!

Ontem, a Apple liberou no seu site a venda do modelo vermelho de iPhones 7 e 7 Plus no Brasil. O aparelho celebra os 10 anos de parceria da Apple com o Global Found – que trabalha em projetos contra a Aids, a Tuberculose e a Malária. Parte da renda obtida com a venda dos […]

Leia mais

20 ideias de decoração para o almoço do Dia das Mães!

O Dia das Mães é um momento muito especial de união familiar, e que deve ser celebrado com muita alegria e comemoração, pois a mãe é um dos pilares de toda família, e merece ser tratada como a rainha do lar neste dia tão especial. E para ajudar você nesta tarefa de decorar a mesa […]

Leia mais

8 mitos e verdades sobre o limão!

O limão é um dos queridinhos da alimentação saudável. Na medicina ayurvédica, é recomendado tomar um copo de suco de limão com água morna de manhã, em jejum, para desintoxicar o organismo. Durante o dia, ele funciona como uma excelente fonte de vitamina C e alivia a retenção de líquidos, ajudando na perda de peso. […]

Leia mais

Anderson Silva lutará no Rio de Janeiro em junho!

Anderson Silva anunciou via Twitter que voltará a lutar no Brasil. De acordo com ele, o combate será realizado no dia 3 de junho no Rio de Janeiro. O adversário será o norte-americano Kelvin Gastelum, que no último dia 11 nocauteou Vitor Belfort no UFC de Fortaleza. Em sua última aparição no octógono, em fevereiro, […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *