Mercado Imobiliário tem perspectiva de crescimento em 2015!

escrevendoApesar da crise financeira pela qual passa o Brasil, o mercado imobiliário mantém a expectativa de crescimento constante. Uma prova disso são os investimentos feitos pelo setor e a procura pela compra de imóveis. No ano passado o mercado cresceu cerca de 10% em relação a 2013 e neste ano espera-se o mesmo patamar.

Daniele Akamine, sócia-diretora da Akamines Negócios Imobiliários e advogada especializada em direito civil e penal, afirma que os negócios estão aquecidos. “Será um ano de ajustes, mas certamente de crescimento. O volume de financiamentos imobiliários deixou de se concentrar nos grandes centros urbanos e se espalhou pelo interior do país”, conta.

Foi por causa deste cenário que a empresa, especializada em facilitar o trâmite burocrático da área imobiliária, inaugurou duas filiais no Nordeste, uma em Luís Eduardo Magalhães (BA) e outra em Juazeiro do Norte (CE). “O mercado está ganhando robustez e desde 2007 a participação do crédito imobiliário no PIB cresceu sete pontos percentuais. Estamos em um período pós-boom imobiliário, o que torna ainda mais importante o serviço de consultoria”, aponta Daniele.

A especialista ressalta que o consultor irá auxiliar o cliente em todas as etapas do processo, inclusive absorvendo parte dos trabalhos feitos pelas agências bancárias e com um atendimento personalizado. A Akamines atua em diversas frentes: como correspondente bancário, na análise de credito, visando mitigar o risco de inadimplência e perda de capital, identificando riscos jurídicos que possam afetar a futura cessão dos recebíveis imobiliários e na consultoria e planejamento tributário. Para Daniele, apesar do cenário econômico instável, a procura pelo crédito continuará a subir, pois “é um sonho permanente de consumo, além de um direito básico de cidadania”.

Uma prova disso é o Programa Minha Casa Minha Vida, que entrará na sua terceira edição em 2015, com a perspectiva de contratar 350 mil unidades ainda no primeiro semestre e um aumento de 15% nos valores de faixa de renda. O estudos feitos pela Caixa Econômica apontam uma demanda de 27 milhões de habitações na próxima década. “Com todos estes indicativos e uma carga tributária menor, não se acredita que haverá desaceleração e sim um crescimento mais moderado”, afirma a especialista.

Artigo de: Daniele Akamine

Bacharelado em Direito, Pós-Graduada em Direito Civil, Direito Penal e Processo Penal, MBA em Economia da Construção e Financiamento Imobiliário, técnica em Contabilidade e sócia diretora da Akamines Negócios Imobiliários Ltda www.akamines.com.br.




VEJA MAIS SOBRE Economia


Ex-cortadora de cana ensina em 5 passos como faturar o primeiro milhão em 2017!

4

A cada ano que passa o e-commerce ganha mais relevância e autonomia no cenário brasileiro. E claro que com isso o número de empreendedores aumenta, pois o comércio eletrônico oferece a comodidade e facilidade que nenhuma loja física ainda consegue oferecer. Nasce todos os dias pelo menos um e-commerce, independente do setor de atuação.  Apesar […]

Leia mais

5 dicas para o seu décimo terceiro salário render!

1

Com o fim do ano chegando, muitas pessoas não veem a hora de receber o tão aguardado décimo terceiro salário e ter dinheiro extra para as compras de Natal, viagens, pagar contas atrasadas ou até realizar um investimento. Mas, qual é a melhor estratégia para planejar o orçamento financeiro nessa época do ano? Para sanar […]

Leia mais

Regulamentação da gorjeta em bares, restaurantes, hotéis e motéis é aprovada!

_e5b6286

Quem é mão fechada não vai gostar nenhum um pouco dessa notícia. A Comissão de Assuntos Sociais do Senado aprovou hoje (30) projeto de lei que regulamenta a gorjeta, valor pago por clientes a garçons, camareiros e outros profissionais em bares, restaurantes, hotéis, motéis e estabelecimentos similares. Pelo projeto aprovado, a gorjeta não se restringe […]

Leia mais

Mais da metade das famílias brasileiras estão endividadas!

cartoes-de-credito-blog-michel-telles

  Socorro meu pai. Pasmem: mais da metade das famílias brasileiras — 57,3% — estão endividadas. É o que aponta a pesquisa de novembro da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Onde vamos parar, hein?. Desde julho de 2012, o país não chegava a esse patamar. E quem é o grande […]

Leia mais

Abílio Diniz dispara: Previsões para o desempenho da economia brasileira são muito ruins!

3

O poderoso empresário Abílio Diniz afirmou nesta segunda-feira, 21, durante a 45ª reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o Conselhão, que as previsões para o desempenho da economia brasileira são muito ruins e que não imagina que o País crescerá em 2017. “A previsão é muito ruim. Não podemos imaginar que vamos chegar […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *