A mais avançada infraestrutura de segurança de aviação do mundo está mais perto de se concretizar na Europa!

O ambicioso programa europeu para criar a infraestrutura mais avançada e segura de gestão de tráfego aéreo (ATM, sigla em inglês para Air Traffic Management) do mundo deu mais um passo rumo à sua concretização. A Inmarsat e a Agência Espacial Europeia (ESA) anunciaram hoje a conclusão da Fase 1 do Iris Precursor da ESA, o “Final Design Review”, a revisão final do projeto para validar a arquitetura e o projeto do sistema e também a segurança e proteção do programa Iris da ESA.

A conclusão da Fase 1 libera recursos adicionais de 7,6 milhões de euros da ESA e dos seus parceiros para a Fase 2, que levará ao desenvolvimento de uma rede aprimorada de satélites a ser sobreposta às redes VHF terrestres existentes para realizar as comunicações ATM no céu europeu. Embora o foco inicial seja na Europa, as capacidades desenvolvidas abrirão oportunidades para implantação na América Latina, América do Norte, Ásia-Pacífico e outras regiões onde o crescimento do tráfego aéreo está exercendo pressão sobre as redes de VHF terrestres.

O programa Iris da ESA é parte do Single European Skies ATM Research (SESAR) Joint Undertaking da União Europeia, uma iniciativa conjunta de pesquisa para a implantação de um sistema único de ATM por todo o céu da Europa que visa aportar anualmente 4 bilhões de euros resultante das deficiências do sistema europeu de ATM. Sem o SESAR e o seu plano para mudar radicalmente como o transporte aéreo será gerido no futuro, voar na Europa atingiria o seu limite de crescimento, levando a mais atrasos para os passageiros, aumento de custos para as companhias aéreas e emissões mais elevadas de CO₂.

Segundo a Comissão Europeia, em 2010, o sistema europeu de ATM controlava 9,5 milhões de voos e, em dias de maior tráfego aéreo, 33 mil voos. Prevê-se um crescimento para quase 17 milhões de voos por ano até 2030 e 50 mil voos em dias de maior tráfego aéreo. Em 2010, ocorreram 19,4 milhões de minutos de atraso de voos em rota. Além disso, cada voo percorreu em média 49 quilômetros a mais do que o voo direto correspondente.

A estimativa é que, até 2018, o programa Iris Precursor da ESA em parceria com a Inmarsat forneça comunicações ar-terra para o controle em “4D” da trajetória inicial de voo, localizando uma aeronave em quatro dimensões: latitude, longitude, altitude e horário. Isto permitirá um rastreamento preciso de voos e uma gestão mais eficiente do tráfego. Ele também tornará possíveis os conceitos mais amplos de gestão de voo do SESAR, em que os planos de voo poderão ser continuamente atualizados durante o voo para a manutenção de uma trajetória ideal até o destino. Estes conceitos de gestão de trajetória permitirão que o controle de tráfego aéreo ofereça melhores rotas, sequenciando as aeronaves com muita antecedência, e maximizando a capacidade dos aeroportos e do espaço aéreo.

A parceria público-privada da ESA com a Inmarsat resultou de um grande compromisso de financiamento aprovado pelo Conselho Ministerial da ESA em 2012, com o Reino Unido participando como principal contribuinte.

De acordo com Leo Mondale, presidente da Inmarsat Aviation, “com o nosso longo histórico na vanguarda das comunicações de segurança, a Inmarsat é a parceira ideal para a ESA no desenvolvimento de serviços líderes mundiais de segurança de aviação baseados em satélite para a Europa. Fornecemos uma conectividade móvel por satélite vital para cerca de 10 mil aeronaves, entregando serviços de Automatic Dependent Surveillance Contract (ADS-C) e Controller Pilot Data link Communications (CPDLC) Future Air Navigation System (FANS) – o Contrato de Vigilância Automática Dependente e o Link de Dados de Comunicações entre Controlador e Piloto do Sistema Futuro de Navegação Aérea – em uma base global”.

“O anúncio de hoje representa um marco importante para a Inmarsat e a ESA. O espaço aéreo europeu é o mais congestionado do mundo, e este projeto permitirá que seja alcançado o pleno potencial do setor de aviação da região e servirá, para o resto do mundo, como modelo de espaço aéreo gerido de forma eficiente e eficaz”, conclui o executivo.

A Inmarsat foi a primeira operadora a atender os requisitos de comunicações de segurança da Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO). A empresa está na vanguarda do desenvolvimento da segurança da aviação desde o lançamento do FANS na década de 1990 para proporcionar suporte às comunicações de segurança das companhias aéreas de todo o mundo.

Para Magali Vaissiere, diretora de Telecomunicações e Aplicações Integradas da ESA, “isso reforça o alinhamento e o relacionamento da ESA com o SESAR e demonstra que Iris é um facilitador fundamental e uma solução viável credível para o elemento de comunicações por satélite da rede ar-terra do SESAR”.




VEJA MAIS SOBRE Notícias


8 mitos e verdades sobre o limão!

O limão é um dos queridinhos da alimentação saudável. Na medicina ayurvédica, é recomendado tomar um copo de suco de limão com água morna de manhã, em jejum, para desintoxicar o organismo. Durante o dia, ele funciona como uma excelente fonte de vitamina C e alivia a retenção de líquidos, ajudando na perda de peso. […]

Leia mais

Anderson Silva lutará no Rio de Janeiro em junho!

Anderson Silva anunciou via Twitter que voltará a lutar no Brasil. De acordo com ele, o combate será realizado no dia 3 de junho no Rio de Janeiro. O adversário será o norte-americano Kelvin Gastelum, que no último dia 11 nocauteou Vitor Belfort no UFC de Fortaleza. Em sua última aparição no octógono, em fevereiro, […]

Leia mais

Descoberta a droga que diminui o colesterol ruim e ainda evita infarto e AVC!

Aprovado desde o mês de abril do ano passado, o remédio evolocumabe, do laboratório Amgen, figura como uma das maiores novidades da medicina dos últimos tempos. Também pudera: as pesquisas mostraram uma redução de até 60% no valor do LDL, o colesterol ruim, após o início do tratamento. Tanto é que ele já entra como […]

Leia mais

Anvisa interdita marca de alimento para bebês!

Que bafãoooooo. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a fabricação, comercialização e divulgação, em todo o território nacional, de todos os lotes dos produtos Papá no Prato. Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido e nenhum deles possuíam registro na agência. O registro sanitário de alimentos de transição para […]

Leia mais

Fique por dentro dos cuidados que devemos ter na hora de comprar carne!

No último (17), a Polícia Federal deflagrou a Operação Carne Fraca. Desde então, muito se falou sobre o escândalo de liberação de licenças e fiscalizações irregulares de funcionários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento aos frigoríficos. Até o momento, 35 pessoas foram presas e 33 servidores públicos afastados de seus serviços. Entre os frigoríficos […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *